thaisfernandes67@gmail.comTel: +55 51 9912.9232 (whatsapp) | Skype: thaisfernandes67

PARA QUE SERVEM AS COISAS?

Estreia: Maio de 2018 – Canoas, RS

SINOPSE

Menino sofre um pequeno acidente nas suas primeiras tentativas em aprender a andar de bicicleta sem rodinhas. Os pais, separados, entram em uma grande discussão sobre o ocorrido e a mãe decide vender a bicicleta avariada para uma loja de consertos gerais. Inconsolado, o menino decide reaver sua amiga de aventuras. Em visita a loja ele descobre que os objetos que esperam conserto tem vida, e na verdade não estão estragados – querem apenas mudar de função. Como passa a frequentar o lugar quase diariamente, fica amigo do dono e enquanto tenta reencontrar sua velha amiga, passa o tempo ajudando os mais variados objetos a realizarem seus sonhos.

O PROCESSO

O espetáculo reúne teatro, contação de história e projeções em vídeo, tendo como foco temático o autoconhecimento, a tolerância e o respeito às diferenças. A história apresenta as aventuras de um menino que descobre que os objetos têm vida, e lhe pedem ajuda para se transformar no que realmente gostariam de ser. O roteiro foi construído a partir do material produzido pelas crianças que participaram das sessões de contação da história da peça, oferecidas durante o mês de novembro de 2017, de forma gratuita para três escolas da rede municipal de Canoas. Além da dramaturgia, os desenhos desenvolvidos pelas crianças durante a atividade foram utilizados nas animações em vídeo, que retratam os demais objetos, cenários e personagens que contracenam com o ator durante todo o espetáculo.

Ficha técnica

Direção Geral e Dramaturgia: TAINAH DADDA e THAIS FERNANDES

Direção Cênica: TAINAH DADDA

Animações e Projeções Mapeadas: THAIS FERNANDES

Elenco: EDUARDO D'AVILA

Figurinos: DANIEL LION | Trilha sonora original: CARINA LEVITAN

Cenografia: LUISA COPETTI   Identidade visual: PATRICK TEDESCO

 Produção: O Grupo

Realização: CENA EXPANDIDA

NO QUE VOCÊ ESTÁ PENSANDO?

Estreia: Outubro de 2014 – Porto Alegre, RS

 

Livremente inspirado na peça “As  Cadeiras”,  de  Eugène  Ionesco,  na  qual  um casal  de  idosos  recebe,  no farol isolado  onde  vivem,  convidados  invisíveis para  os  quais  necessitam passar uma  importante mensagem, o projeto de estreia da Cena Expandida é um espetáculo teatral que explora duas questões  fundamentais  da realidade  contemporânea:  pertencimento  e  coletividade.

 

“No que você está pensando?” conta a história de um ex-casal de namorados, que em meio aos protestos que varrem o país, se reencontra nas redes sociais.  ELE, um tímido ativista político que enxerga no universo digital a ferramenta para realizar a revolução com a qual sempre sonhou. ELA, uma atriz inebriada pelo momento de insatisfação popular, que se junta à massa das ruas e das redes no anseio de imprimir sua marca no mundo.

 

Em uma encenação híbrida, que reúne teatro, cinema e internet, companhamos os dois fugindo do constante medo da solidão, enquanto sobrevivem à tensão entre virtual X real. 

 

O projeto foi contemplado com o Prêmio FUNARTE de Teatro Myriam Muniz 2013, e estreia no segundo semestre de 2014, em Porto Alegre, RS.

5  indicações ao Açorianos de teatro 2015

 

Melhor Direção

Melhor Dramaturgia

Melhor Iluminação

Melhor Cenário

Melhor Trilha Sonora

Ficha técnica

Direção e dramaturgia: TAINAH DADDA e THAIS FERNANDES

Elenco: DOUGLAS DIAS e JULIANA KERSTING |  Preparação de elenco: DENIS GOSCH

Concepção e criação de vídeos: THAIS FERNANDES

Figurinos: DANIEL LION | Trilha sonora original: LUCIANO MELLO

Cenografia: DANIEL FETTER | Acessórios cênicos: DÉBORA MAIER

Iluminação: BATHISTA FREIRE |  Identidade visual: PEDRO GUTIERRES

Assessoria de imprensa: BRUNA PAULIN| Produção: FIO PRODUTORA CULTURAL

Realização: CENA EXPANDIDA

CNPJ - UMA COMÉDIA TOTALMENTE FICCIONAL

Estreia: Maio de 2013 – Porto Alegre, RS

 

 

O espetáculo é uma comédia irônica e mordaz sobre as relações de poder em um ambiente de trabalho: intriga, traição, inveja, assassinato. Até onde as pessoas vão para conseguir o que querem? A  peça é uma paródia do mundo corporativo, em que funcionários de uma empresa são trancados em uma sala para descobrir qual deles realizou um grande desfalque. 

 

4  indicações ao Açorianos 2013

 

Melhor Espetáculo

Melhor Ator - Ricardo Zigomático

Melhor Atriz - Juliana Kersting

Melhor Dramaturgia - Daniel Colin e Thais Fernandes

Ficha técnica

Direção: DANIEL COLIN | Dramaturgia original: DANIEL COLIN e THAIS FERNANDES

Assistência de direção: THAIS FERNANDES | Direção de atores: DENIS GOSCH

Elenco: DANIEL COLIN,  GUADALUPE CASAL, JULIANA KERSTING e RICARDO ZIGOMÁTICO

Cenografia: RODRIGO SHALAKO | Figurino: GUADALUPE CASAL | Iluminação: CASEMIRO AZEVEDO

Trilha sonora pesquisada: DANIEL COLIN, RAFAEL LOPO, RICARDO ZIGOMÁTICO

Produção: FIO PRODUTORA CULTURAL | Realização: TEATRO SARCÁUSTICO

BREVES ENTREVISTAS COM HOMENS HEDIONDOS

Estreia: Junho de 2012– Porto Alegre, RS

 

 

O Teatro Sarcáustico dá voz a diversos homens, que respondem às perguntas de uma mulher ausente. Todos revelam seus segredos: são entrevistas hediondamente pessoais. "Mas por trás dos argumentos imorais, chantagens emocionais, fantasias sexuais e crises de relacionamento, há sempre um ponto fraco, um desejo de amor ou redenção". O espetáculo é baseado nos contos homônimos do vencedor do Prêmio MacArthur Fellowship, o norte-americano David Foster Wallace. 

 

A montagem é resultado do Prêmio de Incentivo Pesquisa Teatral do Teatro de Arena de Porto Alegre ganhado pelo Teatro Sarcáustico.

Prêmio Braskem em Cena de Melhor Espetáculo 2013

​Ficha técnica:

Direção geral: DANIEL COLIN

Direção das entrevistas, concepção e atuação:

DANIEL COLIN, GUADALUPE CASAL, RICARDO ZIGOMÁTICO e DOUGLAS DIAS

Atriz convidada: TATIANA MIELCZARSKI | Cenário: EDER RAMOS e RICARDO ZIGOMÁTICO

Figurinos: DANIEL LION | Iluminação: CAROL ZIMMER | Operação de luz: MAÍRA PRATES 

Trilha Sonora Pesquisa: RAFAEL LOPO, DANIEL COLIN, RICARDO ZIGOMÁTICO

Direção, edição e operação dos vídeos: THAIS FERNANDES

Coordenação de Produção: FERNANDA MARQUES | Assistência de Produção: CASSIANO FRAGA

Produção internacional: SIMONE BUTTELI | Realização e Produção Geral: TEATRO SARCÁUSTICO

 

Estreia: Abril de 2012 – Porto Alegre, RS

 

 

Em foco o êxodo dos artistas ao qual a cidade assiste, questionando como Porto Alegre parece seguir alimentando-se de uma soberba intelectual, que parece impedi-la de enxergar o fazer artístico contemporâneo, suas possibilidades e necessidades, impelindo seus artistas a procurar novas cidades para realizarem-se.

PORTO: A Cidade como Palco de uma Anti-Diáspora

Ficha Técnica:

Direção Geral: DANIEL COLIN, RICARDO ZIGOMÁTICO e ROSSENDO RODRIGUES 

Elenco: GUADALUPE CASAL, RICARDO ZIGOMÁTICO, ROSSENDO RODRIGUES e DANIEL COLIN

Figurinos: DANIEL LION | Trilha sonora pesquisada: TEATRO SARCÁUSTICO

Programação Visual: PEDRO GUTIERRES | Fotografias e Vídeo: THAIS FERNANDES

Antropólogo e orientador social: RAFAEL LOPO

Assessora de imprensa: BRUNA PAULIN | Produção Executiva: GUADALUPE CASAL

Produção Geral: TEATRO SARCÁUSTICO

 

Estreia: Outubro de 2010– Porto Alegre, RS

 

 

Recheado do referências pop, o espetáculo mais premiado do ano de 2010, incluindo Prêmio Espetáculo do Ano, Wonderland e o que M.Jackson Encontrou por Lá  traz à discussão a questão da formação da identidade do artista: a liberdade conceitual de sua obra até a mercantilização da mesma para a grande massa consumidora, através da vida e obra de Michael Jackson. Há quatro referências literárias que fazem parte da inspiração da dramaturgia do espetáculo: Peter Pan, de J.M. Barrie; Alice no País das Maravilhas, de Lewis Carroll; a biografia de Michael Jackson, de J. Randy Taraborrelli; e Roda Vida, de Chico Buarque.

Além das referências textuais, o espetáculo utiliza uma fortíssima perspectiva visual, baseada na vida, obra, canções, estética de álbuns e shows de Michael Jackson e Jacksons Five, inserindo-o num mundo onde seus sonhos realidades se confundem. A montagem tem músicas cantadas ao vivo pelos atores e num espaço alternativo que amplia a experiência teatral e traz o público para dentro desse mundo mágico onde só um pode ser rei. 

WONDERLAND E O QUE M. JACKSON ENCONTROU POR LÁ

Prêmio Açorianos 2010

 

Melhor Espetáculo

Melhor Figurino - Daniel Lion

Melhor Produção 

Melhor Direção - Daniel Colin

Ficha técnica

Dramaturgia: DANIEL COLIN e FELIPE VIEIRA DE GALISTEO | Direção geral: DANIEL COLIN

Direção de atores: MAICO SILVEIRA | Assistência de direção: TAINAH DADDA

 

 

Elenco: CASSIANO FRAGA, CLAUDIO LOIMIL, DANIEL COLIN, EDER RAMOS, GUADALUPE CASAL,

FERNANDA MARQUES, PRISCILA GARCEZ, RENATA TEIXEIRA, RICARDO ZIGOMÁTICO, RODRIGO SHALAKO,

TATIANA MIELCZARKI, THAIS FERNANDES, URSULA COLLISCHONN, VITÓRIO AZEVEDO

(e ainda: DENIS GOSCH, KEKA BITTENCOURT, LAURO FAGUNDES, MARINA PELLE)

 

 

Trilha sonora original: ARTHUR DE FARIA, LUCIANO MELLO E MARCÃO ACOSTA 

Preparação Vocal: SIMONE RASSLAN | Coreografias: DIEGO MAC 

Preparação corporal: TATIANA MIELCZARKI E RODRIGO MARQUEZ

Video designer: PAULA PINHEIRO | Cenografia: ELCIO ROSSINI 

Figurinos: DANIEL LION | Maquiagem: NIKKI GOULART 

Assessoria de imprensa: BRUNA PAULIN | Produção: TEATRO SARCÁUSTICO